Tecidos em algodão biológico . Cloud9

TECIDOS BIO - CLOU9

Hoje inauguramos uma série de artigos através dos quais pretendemos dar a conhecer marcas de tecidos em algodão biológico e outras fibras “amigas do ambiente”.

Costurar com tecidos cuja produção tenha menor impacto ambiental é algo que faz parte das minhas escolhas, sempre que possível; encaro-o como mais um passo no sentido de criar um “futuro melhor” para as gerações seguintes. É também de realçar que, na maioria das vezes, estas fibras são de qualidade superior e não têm na sua composição produtos químicos tóxicos, prejudiciais para o planeta mas também para a nossa saúde.

A Cloud9 foi das primeiras marcas pela qual me enamorei quando comecei a costurar. O facto dos tecidos serem produzidos com algodão biológico certificado e tintas eco-responsáveis de baixo impacto cativou imediatamente a minha atenção. Fiquei igualmente bem impressionada pelo facto de trabalharem com fábricas que, segundo a marca, têm uma conduta ética e responsável, tanto para com os trabalhadores como para com o ambiente.

TECIDOS BIO - CLOU9

Os primeiros tecidos que comprei eram das coleções My Happy Garden e Beyond the Sea. Desde então, a marca cresceu bastante e conta já com inúmeras colecções e vários tipos de tecidos, apropriados tanto para costura criativa como para vestuário, entre os quais flanela, voile, gaze dupla, lona, tecido de patchwork. Estou super curiosa para experimentar o interlock (malha dupla) e a bombazina.

Pela minha experiência, o tecido de patchwork tem óptima durabilidade. Apesar de mais indicado para mantas de retalhos, almofadas, bonecos de pano entre outros há, a meu ver, algumas peças de vestuário que funcionam bem como é o caso desta saia. Foi feita há dois anos e meio e tem sido usada inúmeras vezes desde então (a foto foi tirada recentemente).

TECIDOS BIO - CLOU9

Tenho de confessar que não sou muito delicada no tratamento de roupa, o que só abona a favor da qualidade do tecido.

TECIDOS BIO - CLOU9

TECIDOS BIO - CLOU9

Outro dos tecidos da marca com o qual tenho experiência é a flanela. Todos os que usei eram da mesma coleção, várias cores e desenhos da Fanfare (tanto da versão de 2013 como de 2014) e estou igualmente satisfeita com a qualidade.

TECIDOS BIO - CLOU9

É macio e tem boa durabilidade, no entanto, não posso deixar de referir que ganha borboto com alguma facilidade.

TECIDOS BIO - CLOU9

E por último trabalhei com o voile, o que comprei era da coleção Koi e já o usei para os mais variados projectos. A durabilidade também é muito boa, é macio e trabalha-se lindamente.

TECIDOS BIO - CLOU9

Todos os tecidos que experimentei até agora são bastante resistentes às lavagens, as cores permanecem bonitas e não desvanecem rapidamente. Um aspecto fundamental para mim já que, na maioria das vezes, costuro com a intenção de que as peças sejam usadas por mais do que uma criança, uma vez que as minhas filhas têm quatro anos de diferença.

Os tecidos em algodão biológico são em média mais caros do que os restantes, e a Cloud9 não é excepção. Os preços rondam os 15€/17€ por metro para algodões de patchwork e os 22€/m para o interlock ou a bombazina. Não é fácil encontrar a marca em lojas físicas portuguesas, apenas tenho conhecimento da sua presença na Retrosaria em Lisboa; como tal, no caso de compras em lojas online, aos valores que menciono acima acresce o valor dos portes de envio.

As coleções são na sua maioria concebidas por ilustradores ou designers e os padrões incluem os mais variados motivos e cores. A marca lançou igualmente uma linha de cores sólidas em algodão de patchwork com bastantes opções.  Podes ver mais aqui.

Alguns pontos de venda:

Se tiveres oportunidade experimenta, e torna a tua costura ainda + sustentável.


As opiniões veiculadas neste artigo são da responsabilidade da autora, não havendo lugar a nenhum tipo de compensação por parte da marca pela divulgação da mesma.

One thought on “Tecidos em algodão biológico . Cloud9

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *